Páginas

Livros & Reticências: |Resenha| Alina - Emília Lima

|Resenha| Alina - Emília Lima


resenha Alina Emilia Lima
 Heey,

A primeira resenha de um romance histórico aqui no blog. Gente, eu super amo a literatura nacional. Tá demais!



resenha alina emilia lima
Titulo: AlinaAutora: Emília Lima 
Páginas: 126 
Editora: Sollo
Sinopse: Alina é uma obra de ficção, ambientada na Bahia no final do Séc. XVI e conta a história da família Cirilo, proveniente de Portugal com o intuito de ajudar na colonização do Brasil-colônia. O livro conta a história da vida da família Cirilo e principalmente de Alina Cirilo, personagem principal do livro e do amor dela por Pedro Garcia, um grande amor, mas um amor proibido.
 Alina é uma personagem de personalidade forte e muito determinada. Alguns acontecimentos mudam drasticamente o rumo da sua vida e mesmo assim ela consegue levar tudo adiante, com toda a coragem que uma moça de sua idade e de sua posição social pode ter. Este livro fala sobre amor, família e as renúncias que às vezes temos que fazer em benefício das pessoas que mais amamos. E, também, de que quando um amor é verdadeiro, ele acontece, mesmo que achemos que o tempo desse amor já passou.



Alina é um romance histórico, publicado em 2014 pela Sollo Editorial, em suas 126 páginas escritas pela Emília Lima e é o primeiro volume da trilogia Família Cirilo. 

A historia é contada em 3ª pessoa, por uma parenta distante de Alina, onde Alina é a tataravó da bisavó da narradora. Então, a historia se no final do século 19, no momento Brasil-Colônia, a família de Alina era muito respeitada em Portugal e amiga da Coroa, por isso veio ao Brasil ajudar na colonização. Quando Alina chegou tinha 12 anos, e se apaixonou pelo amigo seu irmão, Pedro Garcia, que é pai de família, tem 2 filhos. Então, Alina já sabe que este amor é e sempre será proibido.

Alina, é uma moça muito querida por todos que ela conhece, ela apesar de fazer parte da alta sociedade da época e ser branca, ela era uma das defensoras dos escravos que sofriam barbáries nos navios negreiros.
O tempo passou e Alina acabou descobrindo que Pedro Garcia também era apaixonado por ela, e depois de um jantar na casa de Alina, eles acabam tendo uma noite juntos, em segredo. Até um dia Alina descobre que está gravida de gêmeos, e inventa uma historia para família e foge com dona Ana, que era uma espécie de mucama de Clara, irmã de Alina, as duas se apegam e é com ela que Alina foge. Eles vão para uma aldeia indígena, em um lugar pouco acessível a homens brancos, lá Alina é bem recebida, tem seus filhos e refaz sua vida casando com Naru, um índio responsável e que ama Alina, mas percebe que ela ainda não esqueceu Pedro Garcia, seu grande amor.

Mais, é nesse momento que o destino prega uma peça terrível em Alina, um acontecimento que pode fazer novamente uma ruína enorme na sua nova vida.


"(...) Encontrara no amor do criador forças para viver e sempre entregava, nas suas mãos, os problemas que não poderia resolver (...)"


A historia gira em torno do casal Alina e Pedro Garcia, mas existem vários outros personagens sobressalentes como Ágata, Clara que são irmãs de Alina e outros. Apesar de não ter citado no resumo do livro, gostei da forma que a Emília detalhou eles para os leitores, é possível perceber quem é cada um e em que cada um pode influenciar no enredo.

O livro Alina, superou as minhas expectativas, a leitura é leve e rápida, foi engolido em uma tarde e me deixou esperando ansiosamente pelo volume 2 que foi lançado esse mês também pela Sollo Editorial.

O livro tem uma coisa que eu adoro, uma mixagem de sentimentos, onde temos o romance, um drama, um pouquinho de suspense. 
A parte gráfica do livro, está no modelo Sollo, com ilustrações em todos os inícios de capítulos, e essa capa é simplesmente maravilhosa, expressa muita da personalidade doce da Alina.

Enfim, recomendo este livro para acalmar a sua tarde e relaxar com uma boa leitura.



Espero que tenham gostado :)



7 comentários:

  1. Parece um ótimo livro. Ultimamente estou procurando livros mais leves e rápidos para ler, mas, como não gosto muito de romances históricos, provavelmente não leria, agora não.
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  2. Ola Isa, adoro romance histórico e me interessei muito por esse livro. Gosto de personagens fortes, e Alina parece ser forte, de personalidade.

    Adorei sua resenha.

    ResponderExcluir
  3. Ahhh quero muito ler. Adoro ler histórias com pessoas conta dos histórias. Realmente sua resenha ta muito boa. Contou sobre o livro e ainda deu o seu ponto de vista.
    Bjs

    seforasilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oie, Isaac. Já tinha visto a capa desse livro pela blogosfera, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha. Amo históricos e esse parece ser bem interessante, sobretudo por se passar no Brasil do Século XVI, um período do qual tenho poucas leituras concluídas.
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  5. Amo literatura de época e com certeza esse título irá pra a m7nha lista. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  6. q ótima resenha! já lí o livro, e ví mt da história aí, porém creio eu que têm um erro. Pedro era pai de dois filhos, pedrinho e um mais novo, a quem não recordo o nome. :D

    ResponderExcluir
  7. Pedro não tinha apenas dois filhos? pedrinho e o mais novo. amei a resenha, já lí o livro. :D

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário! :)

Deixe seu link, quero ver o seu blog!
Abraços *-*