sexta-feira, 20 de março de 2015

{Pérolas da Literatura} De olhos fechados - Lavínia Rocha

Oláááááá, 

Tudo Bem? Então, esses dias estou inspirado, por este motivo vocês irão ver varias indicações de livros nacionais por aqui. Vamos lá, hoje eu trago de volta um tipo de post que faz muito tempo que eu não fazia. É o Pérolas da Literatura, onde nós divulgamos o autor e todas as suas obras literárias. 
Vamos retomar como nada mais nada menos que: Lavínia Rocha \o/

Alegre, histérica e faladeira. O que melhor a descreve. Tem pressa para falar e se perde nas próprias palavras. Nem ela sabe o que quer. Muito curiosa e versátil. Adora ter um milhão de grupos de amigos diferentes. O que a faz rir hoje, amanhã fará de novo e talvez depois de amanhã. Não sabe se quer isso ou aquilo. Indecisa. Nunca termina nada. Tem mil projetos sem fim. Detesta tudo das exatas e não consegue ver sentido algum. Sua maior paixão é escrever e encontra na escrita um grande refúgio. Se pega rindo do nada. Se pega chorando do mesmo jeito. Sonha com o futuro e às vezes se esquece do presente. Adora saber o nome de todo mundo só pelo simples fato de saber. Acha o máximo começar a aprender um novo idioma para depois enjoar e trocar. Aliás, enjoa de tudo. Não suporta rotina. Estará sempre presa à infância com um quê de maturidade. Contraria Parmênides porque é e não é. Gosta e não gosta. Vai e não vai. Quer e não quer. Tudo ao mesmo tempo. E assim acaba sendo praticamente a versão feminina da personagem de Ziraldo com “o olho maior que barriga, fogo no rabo, vento nos pés, umas pernas enormes (que davam para abraçar o mundo) e macaquinhos no sótão”.


Sinopse:
"Ignorar é a solução" foi o que pensou Cecília quando alguns papéis começaram a surgir no seu quarto, na bolsa e nos seus livros. O que seriam aquelas ameaças e informações sem nexo? Quem estaria mandando? Como se não bastasse, a cada vez que os lê, uma imagem passa em sua mente. Talvez isso pudesse ser menos estranho se Cecília não fosse cega desde o dia que nasceu.
Para desorganizar ainda mais sua vida, Tiago - o garoto novo da escola - começa a balançar seu coração e a fazer com que sinta o que ela jamais sentiu. Sua dificuldade agora é acreditar no que sempre tentou passar às pessoas: ser cego não é sinônimo de limitação e tristeza.
Entre os desafios do dia-a-dia e da adolescência, Cecília se vê envolvida em um mistério que pode afetar sua vida e de todos os belo-horizontinos, e ela não vai descansar até descobrir - e entender - um grande segredo do passado da cidade que os livros de História jamais ousaram contar.

Sinopse: 
Isabela simplesmente odeia as visitas anuais ao seu pai em Barcelona e sempre faz de tudo para não ir. Nessas férias, além de não poder aproveitá-las com a amiga, terá de aguentar dois meses inteiros na Espanha. O que poderia ser mais chato? Ah, claro, ir na companhia da prima Briana. O que Isabela não imagina, porém, é o quanto um garoto pode deixar Barcelona muito mais interessante...





Estes são as duas obras publicadas pela a linda da Lavínia Rocha, duas obras magnificas que espero ler algum dia, mas já li varias resenhas e são simplesmente maravilhosos.


'''– Às vezes as pessoas pensam que só têm a visão, mas e os outros sentidos? E também eu não gosto que pensem que não sou capaz de fazer as coisas. Eu só tenho um jeito diferente para fazê-las do que a maioria...'' Cecília - Página 24 (De Olhos Fechados)

“Eu não conseguia descobrir o que era aquilo, o por­quê de receber aqueles papéis (...) Mas eles simplesmente apareciam na minha estante, em cima da cama, no meu criado. Às vezes tinham umas coisas mais amedrontadoras como: “Esse é o seu destino” ou “Você precisa seguir o caminho” (...) Só que eu estava ignorando isso há quase um ano e era o que continuaria fazendo.” De Olhos Fechados – página 19

“E então ele desceu a mão até a minha nuca enquanto a outra puxava a minha cintura para mais perto e me bei­jou. Eu precisava recuar, estava sendo contraditória ten­tando afastá-lo de mim e corresponder àquele beijo. O que havia de errado comigo? Um passo para trás bastava.” De Olhos Fechados – página 70

“Não acredito! O que são dois meses na Europa? Um pesadelo! Isso sim! (...) O que há de errado comigo? Qualquer garota que tenha quatorze anos, como eu, sonha em ir para Europa. Famosa Europa. Ah... Europa! (...)” Um Amor em Barcelona – página 13

Para você que se interessou, quer saber mais informações ou contatar a autora, ela está em varias redes sociais... 
Curtam e deliciem-se com a simpatia da mesma.

Instagram: @laviniarocha 
Twitter: @lavi_rocha
Facebook: https://www.facebook.com/laviniarochaferreira


Espero que tenham gostado :)
 Isaac Zedecc

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário! :)

Deixe seu link, quero ver o seu blog!
Abraços *-*

Este blog observa a LEI DE DIREITOS AUTORAIS 9.610, DE 19/02/1998, DO GOVERNO FEDERAL BRASILEIRO. Por favor, não copie o conteúdo deste blog. Os direitos autorais dos textos contido neste blog são propriedade da EQUIPE DO LIVROS & RETICÊNCIAS. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste blog, parcial ou integralmente, é PERMITIDA SOMENTE COM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA por escrito dos titulares dos direitos autorais. Qualquer USO NÃO AUTORIZADO PODE CONSTITUIR UMA VIOLAÇÃO DAS LEIS DE DIREITOS AUTORAIS, das leis de privacidade e das leis das regras de comunicações.
Tecnologia do Blogger.

Postagens Recentes

recentposts

Talvez você goste:

randomposts