Páginas

Livros & Reticências

|Resenha| Entre as Estrelas - Katie Khan

Foto por: virandoamor.com
Olá, tudo beleza por ai?

Hoje, a resenha é de um livro recebido da editora Bertrand Brasil, do Grupo Editorial Record, que tem como principal tema, um romance futurista, ou a tentativa dele.  

Entre as Estrelas é uma distopia com um quê de romance futurista, escrita por Katie Khan. Publicado em 2017 pelo selo Bertrand Brasil do Grupo Editorial Record, conheceremos os protagonistas Carys e Max em 280 páginas.

O mundo foi devastado por uma guerra que nos afligi, e está prestes a ser iniciada no mundo real. Um grande embate entre as forças americanas, e o arsenal oriental. A grande atual potencial mundial foi completamente dizimada, e apenas a Europa conseguiu sobreviver a esse grande caos, agora chamada de Europia. 

A Europia agora tenta manter o mundo perfeito. As relações pessoais foram reduzidas, e as pessoas vivem em um processo chamado Rotação, onde não conseguem passar mais de três anos na mesma cidade, e também não tem contato constante com seus familiares. Para todos os cidadãos, essa é a melhor forma de vida. 

Carys e Max é um casal recém-formado, que estavam acostumados ao seu modo de viver. 

Carys sempre foi contrária a essa utopia, porém não podia fazer muito coisa, já que ser expulso da Europia significa viver em um deserto de miséria. Max tem laços de sangue com esse sistema, já que seus antepassados fizeram parte da fundação. Os dois trabalham na AEVE - Agência Espacial do Voivoda Europeu, Carys pilota aeronaves e Max é chefe de cozinha da estação espacial. Eles não demoram a se apaixonar, mas a Regra dos Casais não permite esse relacionamento, já que a idade ideal para construção de uma família é 35 anos, e o casal ainda é jovem. Mas, eles não vão desistir desse amor, e após confrontar o conselho de idealistas, são enviados em uma missão espacial na nave Laertes. 

Porém, tudo fica fora de controle quando um acidente acontece no espaço, e eles estão fora da nave Laertes, sem conexão e com apenas 90 minutos de ar. 

Foto por: virandoamor.com
Entre as Estrelas é um livro incrível, que me arrancou do bloqueio que eu estava. Apesar de estar com um pé atrás com os romances, esse me surpreendeu já que não tem nenhuma daquela melosidade comum, mas sim um casal forte que não desiste fácil do seu amor, além de contrair todas as forças contrárias, sendo elas sociedade, governo e família. A autora criou uma ambientação muito interessante, e trouxe características próprias de uma distopia, além de inovar com a inserção de uma fantasia meio cientifica na trama. 

Os flashbacks estão presentes a todo momento na obra, e aos poucos vamos descobrindo as motivações do casal, e o desenrolar das suas atividades no espaço. Além disso, a narrativa se dá em terceira pessoa, alternando entre os protagonistas, e isso foi muito importante para situar o leitor de tudo que estava acontecendo. Muito mais do que um mero entretenimento, esta história trás a possibilidade de reflexão quanto aos rumos que o nosso mundo está tomando, e como todos as guerras e disputas afetam toda a sociedade. 

Apesar de ter uma diagramação singela, a capa me conquistou e eu amei com todas as minhas forças. Além disso, a revisão está ótima, e não encontrei erros comprometedores. 

Espero que tenham gostado! 

Titulo: Entre as Estrelas
Autor: Katie Khan
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 280
Gênero: Distopia
Compre: AMAZON
Sinopse: Um romance futurista surpreendente sobre o impacto do primeiro amor e como nossas escolhas podem mudar o destino de todos ao nosso redor. Perfeito para os fãs Um Dia e Gravidade. Num futuro não muito distante, após a aniquilação dos Estados Unidos e do Oriente Médio, a Europa nada mais é que uma utopia na qual, a cada três anos, a população se muda para uma nova comunidade multicultural. Em um desses paraísos, Max conhece Carys, e é amor à primeira vista. Ele logo percebe que Carys é a pessoa com quem deseja passar o resto da vida - uma decisão impossível nesse novo mundo. Conforme o relacionamento dos dois se desenvolve, a conexão entre o tempo deles na Terra e o dilema atual no espaço vai sendo revelado. À deriva entre as estrelas, com apenas noventa minutos de oxigênio, eles concluem que só um deles tem a chance de sobreviver. Mas quem?

Até mais! 



Novos Livros da Coleção Itaú Criança - Peça já o seu! - #leiaparaumacriança


Olá, tudo beleza por ai?

Chegaram novos livros infantis da coleção anual do Banco Itaú, com a campanha Itaú Criança. Dessa vez, um diferencial está no dna da campanha: Rotatividade.

A campanha atual incentiva a doação ou troca dos livros, fazendo com que as histórias cheguem para mais crianças.


Para solicitar seus livros, clique AQUI e preencha o formulário com os dados de envio. Participe! 

A curadoria escolheu os seguintes livros: 



O Menino Azul - Cecília Meireles
Ter um bichinho é o sonho de quase toda criança. E não é diferente com o menino deste poema de Cecília Meireles. Ele quer um burrinho para ser seu amigo de todas as horas e que o acompanhe na descoberta do mundo.

Em cima Daquela Serra - Eucanaã Ferraz
Vamos juntos ver o que passa em cima daquela serra? Às vezes parece que lá só tem boi. Será? Neste livro, outros bichos e outras coisas andam em cima Daquela serra. Entre uma coisa e outra, passa boi, passa boiada... E, às vezes, não passa nada! É só o tempo.


Aproveite, e peça já para filhos, irmãos, netos, sobrinhos, alunos, vizinhos, conhecidos e tudo mais! 


#leiaparaumacriança #issomudaomundo




5 Livros com Temática Suicida e Depressão #SetembroAmarelo

5 Livros Suicídio e Depressão #SetembroAmarelo

Olá, tudo beleza por ai?

Suicídio: Ação de acabar com a própria vida, de se matar: ele cometeu suicídio. 
Ainda muito comum nos dias atuais, o ato de tirar a própria vida vem assolando famílias de jovens que enxergam na morte o refúgio para os seus problemas. A literatura com sua função social de provocar reflexão, vem desde muito tempo incluindo personagens suicidas nas suas obras, com o objetivo de mostrar efeitos e causas da prática. Além disso, a depressão é a maior das causas de suicídio do mundo, e estes personagens enfrentam esse tipo de situação na tentativa de conscientizar esses indivíduos. 

Não esqueça que você pode contar sempre com os voluntários do CVV - Centro de Valorização á Vida para desabafar e ouvir bons conselhos. Ligue 141. 

 _pode conter spoilers_

Cinco livros com: Temática Suicida e Depressão


Em 1774, foi publicado o livro Os Sofrimentos do Jovem Werther que tem na sua composição um personagem apaixonado, e com tendências suicidas. Este, porém, foi um livro que teve um efeito contrário, já que criou uma onda de suicídios na Europa.
Saiba mais: clique aqui
Sinopse: Os sofrimentos do jovem Werther foi publicado em 1774 e se tornou referência em toda a Europa, apesar de, na época, ter sido mal recebido pelos críticos. Goethe conseguiu exprimir, em sua narrativa dramática, toda a dor de um amor não correspondido, que despertou e comoveu as novas gerações.



Em Por Lugares Incríveis, da Jennifer Niven, vamos encontrar os protagonistas Violet e Finch que sofrem de depressão, e se encontram em uma das torres da escola, de onde iam se suicidar. 
Saiba mais: Clique aqui
Sinopse: Sinopse: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

Confissões de um Adolescente Depressivo é uma biografia leve, escrita pelo stand-up comedy Kevin Breel que vem abordar sobre sua experiência com depressão e suicídio na adolescência/juventude.
Saiba mais: clique aqui
Sinopse: Aos 19 anos, Kevin Breel tornou-se um fenômeno mundial com sua TED Talk. O mundo nunca tinha visto um garoto dessa idade falar sobre um tema tão pesado quanto a depressão suicida e com tamanha leveza, inteligência e consciência. Ele conta como um adolescente saudável e supostamente feliz, passou a lutar diariamente contra a depressão e o desejo de se matar. Este livro é um guia para sobreviver à depressão ou entender melhor quem a enfrenta na adolescência, escrito por alguém que atravessou a escuridão e agora lança mão do seu estilo único para trazer luz e esperança à vida de milhões de jovens e adolescentes.


No thriller Em Águas Sombrias, vamos desvendar histórias de mulheres que decidiram encerrar suas vidas nas águas turvas do rio que corta a cidade. 
Saiba mais: clique aqui
Sinopse: Nos dias que antecederam sua morte, Nel ligou para a irmã. Jules não atendeu o telefone e simplesmente ignorou seu apelo por ajuda. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único lugar do qual achou que havia escapado para sempre para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás. Mas Jules está com medo. Com um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, de saber que Nel jamais teria se jogado para a morte. E, acima de tudo, ela está com medo do rio, e do trecho que todos chamam de Poço dos Afogamentos… Com a mesma escrita frenética e a mesma noção precisa dos instintos humanos que cativaram milhões de leitores ao redor do mundo em seu explosivo livro de estreia, A garota no trem, Paula Hawkins nos presenteia com uma leitura vigorosa e que supera quaisquer expectativas, partindo das histórias que contamos sobre nosso passado e do poder que elas têm de destruir a vida que levamos no presente.

Em Suicidas de Raphael Montes, noves jovens se suicidam durante uma roleta-russa e seus mistérios são revelados um ano depois durante a investigação. 
Saiba mais: clique aqui
Sinopse: Antes que o mundo pudesse sonhar com o terrível jogo da baleia azul, que leva jovens a tirar a própria vida, ou que a série de televisão Thirteen Reasons Why fosse lançada e se tornasse o sucesso que é hoje, Raphael Montes, então com 22 anos, já tratava do tema do suicídio entre jovens, com a ousadia que virou sua marca registrada. Em seu primeiro livro, que a Companhia das Letras agora relança acrescido de um novo capítulo, conhecemos a história de Alê e seus colegas, jovens da elite carioca encontrados mortos no porão do sítio de um deles em condições misteriosas que indicam que os nove amigos participaram de um perigoso e fatídico jogo de roleta russa. Aos que ficaram, resta tentar descobrir o que teria levado aqueles adolescentes, aparentemente felizes e privilegiados, a tirar a própria vida.

Essas são alguns livros com este tipo de temática. Espero que tenham gostado da lista. Já leu algum? Me conta! 

Até Mais!