terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

{Resenha} Corda Sobre o Abismo - Marcelo Pereira Rodrigues



















Oláááááááá!

Tudo bem amigos ? Então, um tempinho sem postar né, estava tendo um pouco de férias aqui. Mas, enfim hoje tem resenha de Corda Sobre o Abismo do Marcelo Pereira Rodrigues.

Sinopse:
Fictício,  contemporâneo e urbano, o romance filosófico “Corda sobre o abismo” conta com altas doses de introspecção. Denizard é filósofo, professor, escritor diletante e crítico do mundo à sua volta. Sua aguda racionalidade contrasta-se com os encontros, sutis ou profundos, que acontecem numa São Paulo desvairada: trânsito caótico, violência, relacionamentos vazios e fúteis. Seu equilíbrio racional cai por terra após uma noite de bebedeira: sentindo que caminhava por uma tênue corda sobre um abismo, sua vida sofre uma derrocada. Esse fragilizar-se leva nosso personagem a reerguer-se e dentro desse processo surgem os diálogos surreais sonhando com escritores mortos, de Lima Barreto a Albert Camus, dentre outros.
A veia ferina e irônica de Denizard vai se humanizando aos poucos, os sentimentos e a razão acompanham seu crescimento e uma nova visão de mundo vai se descortinando. Um livro ágil e direto, engraçado e surreal em muitas de suas passagens, evidenciando que o salto em favor da obra é sempre uma fuga necessária.


A cena de um escritor alternativo percorrendo as mesas de bar na tentativa de vender seu trabalho é quase um clichê. Agora imaginem um escritor alternativo, com os pés fincados no underground, com 12 anos de carreira e com oito livros publicados, filósofo e editor-chefe de um jornal alternativo de Cultura e Filosofia, chamado Conhece-te a ti mesmo, e que afirma solenemente que “vive de literatura no Brasil”. Um fenômeno? Nada disso, apenas trabalho.
Fonte: (Jornal Correio da Cidade)




Denizard é um homem critico, não é como os outros sempre têm algo filosófico para dizer, vive na grade São Paulo e vê a cidade como um refúgio para encontros e relacionamentos fúteis e vazios. Logo no começo tem uma reunião com sua suposta editora para fins de publicar o seu livro, e o resultado disso é um não, o que faz Denizard refletir sobre o que está escrevendo e posteriormente ele se afunda em uma noite, se não a pior da sua vida, uma noite de bebedeira onde seu senso de racionalidade vai por água baixo, causando um grande vexame que como consequência abalou toda a sua vida. Desde seu relacionamento com a sociedade até com o seu psicológico. Denizard se vê em uma corda sobre um abismo, chega a ter sonho surreais com grandes escritores que já morreram com Lima Barreto.

Então, este meu "resumo" ficou bem parecido com a sinopse, mas de acordo com o meu entendimento tudo que ultrapasse isso é spoiler. Então, como vocês já devem ter percebido o livro gira em torno da vida de Denizard, seus altos e baixos que muita das vezes é baixo demais. Denizard é escritor de livros de alvo filosófico, por isso tem grande dificuldade na publicação, em umas das reuniões com a editora, ele recebe um Não quanto a publicação da obra, pois a editora diz que não chama atenção do publico.
Denizard parte para uma noite de bebedeira e acorda no outro dia no mundo dos seus sonhos, um mundo onde seu vizinho, ouve MPB, um mundo onde sua peguete passa o dia lendo e discutindo clássicos da literatura. Claro, Óbvio e evidente que Denizard fica desconfiado e atordoado, com isso aconteceu? Como sempre dizemos "Nem tudo que reluz é ouro"... Denizard vai descobrir que tudo isso é fruto da sua imaginação e a realidade vai cair sobre os seus ombros de forma estarrecedora;






Então, o livro tem um aspecto físico externo cansativo, a sua capa e sinopse demonstram um livro muito intelectual e acredito que isso possa ter espantado leitores, confesso que julguei o livro pela capa e FELIZMENTE, quebrei a cara, e muito. É um livro leve e contagiante, li em apenas um dia,
durante as ferias e fiquei muito feliz, vocês podem achar que é "xaxo", mas a cada dia que passa a literatura nacional vem quebrando barreiras e mostrando o seu valor :) 

Então, porque 3 estrelas? Gente, eu sou muito rígido na questão de capa e diagramação e não querendo magoar o autor ou capista, eu  não gostei nenhum pingo desta capa, tem tudo a ver com o tema do livro, mas ficou muito estilo "Paint". A diagramação tem a mesma ilustração da capa e achei simples. 
Então, a historia se desenvolveu bem e gostei muito.

Espero que tenham gostado da resenha, 
Grande abraço, 
Está rolando sorteio de marcadores na fã page do blog. Entra lá e participa :) 

Abraços, 
Isaac Zedecc

17 comentários:

  1. GOSTEI MUITO DA RESENHA , É MESMO UM LIVRO INTELETUAL , MAS Q MTO LER.

    ResponderExcluir
  2. Tem horas que é mesmo difícil fazer uma resenha sem spoiler, e ela acaba ficando como uma segunda sinopse. Mas assim é melhor do que estragar qualquer surpresa com a leitura.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Oláá
    Poxa, que interessante haha adorei essa capa e o enredo me atraiu bastante para a leitura, quem sabe não tenha a oportunidade de ler, não é?
    Sua resenha ficou ótima

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2015/02/taylor-swift-book-tag.html

    ResponderExcluir
  4. Parece de fato ser um livro intelectual. Acho ótimo que tenha escrita leve, afinal, porque livros intelectuais tem de ser de difícil compreensão? Nada mais inteligente do que falar de temas complexos, de formas simples.
    Bjs,Isabella
    http://pausaparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. essa leitura não é muito meu tipo, mas adorei a resenha, bjus

    ResponderExcluir
  6. Também não gostei muito da capa não. Não foi um livro que tenha me dado vontade ler de cara, mas quem sabe um dia? Pela sua resenha a estória é boa, então talvez algum dia anime comprar.

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  7. Menino! Você só tem 14 anos mesmo? Porque eu acho seu blog o máximo rs... E adoro quando as pessoas indicam autores nacionais.
    Beijos!
    Samantha Melo
    www.prosasdemenina.com.br

    ResponderExcluir
  8. Achei maldade tirar duas estrelas pela diagramação...rs
    Parece sem uma boa trama, e gostei que seja leve. Por vezes essa leitura leve é necessária.

    http://cafeecomletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nunca tinha ouvido falar do livro antes, mas mesmo assim a resenha ficou muito boa, uma pena não fazer meu tipo de leitura.

    http://criativosounao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu não sabia desse livro, e apesar de eu curtir um pouco esse gênero e a filosofia em si (dá pra ver que tem bastante no livro) eu não me interessei :(
    Em parte pela capa mesmo. Você tem razão, parece feita no Paint kkkkkkk
    Mas fico feliz que tenha sido uma boa leitura pra você, e mesmo assim a resenha ficou boa.
    Beijos, Amanda!
    www.expressodenarnia.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!! Tudo bem?? Adoro ver dicas de autores nacionais!! Acho que temos por aqui escritores excelentes e é ótimo entrar no blog e me deparar com algum autor que eu ainda não conheço! Realmente pela capa não parece ser uma leitura leve, mas fico feliz que você tenha gostado! Que bom que você se preocupa em não dar spoiler na resenha, eu também penso bastante nisso ao escrever!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bom?
    Mesmo você falando que se surpreendeu com a leitura, não é uma narrativa que tenha chamado minha atenção. Também acho que a capa merecia mais atenção.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Isaac!
    Não gostei muito do livro. Pouco tempo atrás me surpreendi com Verme!, de um autor também nacional, cuja capa também me decepcionou no início (mas depois ele explicou o sentido dela e eu pensei "ah, sim, agora faz sentido). O cenário é uma Porto Alegre boêmia e eu curti bastante por me identificar um pouco com o personagem. Se você gosta, recomendo que leia o livro, é do autor Jim Carbonera.
    No entanto, não sei se eu leria Corda Sobre o Abismo. Não achei a história interessante e não é meu gênero favorito. Mas dou toda a força do mundo pro autor, que ele consiga conquistar mais leitores sempre, porque enquanto eu não gosto desse tipo de livro tem mais uns 500 espalhados por aí só esperando para serem conquistados. Boa resenha!
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Não conhecia o livro nem o autor, estou adorando poder conhecer coisas novas. Se fosse pela sinopse e pela capa eu nunca leria esse livro, pelo visto elas enganam muito você diz que é um livro leve. Não é bem o gênero que estou acostumada a ler e deve ser por isso que não me interessei, mesmo depois da sua resenha.

    Abraços quentinhos!

    Patty Santos
    Blog Coração de Tinta

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    muitas vezes quebramos a cara mesmo, ao julgar um livro pela capa, rs. Também não gostei muito da capa, não é muito atraente, mas é ótimo saber que o livro é bom. Não é muito meu estilo, mas quem sabe futuramente
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o livro nem o autor.
    Até me interessei pela história, parece legal.
    Mas não sei se leria ele agora.
    Até porque minha lista de leitura está lotada e quero reduzi-la ao máximo que puder.
    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Olá, não conhecia nem o autor e nem a obra. Não me interessei pela obra, a premissa não faz o meu tipo de leitura. E como disse, a capa não ajuda muito. Mas não adianta julgar antes de ler rs, kkkk quem sabe não dou é?
    Beijos e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário! :)

Deixe seu link, quero ver o seu blog!
Abraços *-*

Este blog observa a LEI DE DIREITOS AUTORAIS 9.610, DE 19/02/1998, DO GOVERNO FEDERAL BRASILEIRO. Por favor, não copie o conteúdo deste blog. Os direitos autorais dos textos contido neste blog são propriedade da EQUIPE DO LIVROS & RETICÊNCIAS. A reprodução, adaptação, modificação ou utilização do conteúdo disponibilizado neste blog, parcial ou integralmente, é PERMITIDA SOMENTE COM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA por escrito dos titulares dos direitos autorais. Qualquer USO NÃO AUTORIZADO PODE CONSTITUIR UMA VIOLAÇÃO DAS LEIS DE DIREITOS AUTORAIS, das leis de privacidade e das leis das regras de comunicações.
Tecnologia do Blogger.

Postagens Recentes

recentposts

Talvez você goste:

randomposts